Resenha – A Graça da Coisa – Martha Medeiros

livro-a-graca-da-coisa-sinopse-e-preco-4Minha relação com a Martha Medeiros é antiga. Comecei a acompanhar o trabalho dela lendo o Jornal Zero Hora, no qual ela tem uma coluna dominical. Seus textos são escritos sempre em linguagem coloquial e a impressão que se tem é que estamos em uma mesa de bar conversando com uma amiga. Ela é direta e ao mesmo tempo, consegue extrair poesia até mesmo de um objeto, como em “A Graça da Coisa” (2013), onde ela narra possíveis situações vividas por uma mesa da cozinha.

Neste novo livro de crônicas, Martha apresenta filmes, livros, peças de teatro e textos referente a datas festivas e comerciais, como o dia da Mulher e o dia dos Namorados. Não foge muito à regra de seus livros, e por isso mesmo se caracteriza como uma leitura suave, atraente e que te empurra para o próximo livro.

Uma crônica que me chamou a atenção nesta publicação foi a “Narrar-se”, que tem como pauta a psicanálise e o processo de analisar a nós mesmos,. Segundo ela, “a introspecção não costuma atingir muitos pontos no ibope, mas é a partir dela que se constrói uma vida que merece ser contada.”  É por essas e por outras que gosto do estilo como a Martha escreve. Ela consegue tirar de um fato corriqueiro, como um novo programa de tv (no caso a mini série Sessão de Terapia), uma reflexão que poderíamos fazer a qualquer momento, mas que nunca havíamos pensado sobre.

Há muitos críticos do seu estilo e principalmente do seu sucesso, mas não importa. Continuarei lendo seus livros (o próximo será o “Simples Assim”, que já está na fila de leituras em andamento) e recomendando quando achar válido, por acreditar que ler suas crônicas é dar um passo no caminho do autoconhecimento. Através dos temas que levanta em seus textos, Martha abre janelas para que possamos acessar redutos escondidos em nossa mente e coração. Vale a leitura sempre, mas é um ótimo companheiro para um fim de semana na praia ou uma viagem curta de férias. Leve, divertido e atraente, como um bom livro deve ser.

Outros livros lidos da autora:

  • Trem-Bala (1999)
  • Non-Stop (2000)
  • Santiago do Chile (1996)
  • Divã (2002)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s