100 Livros da Vida – Parte 1 – Infância

Inspirada na meta da Ana Steffen, do blog Vinte e Todos Anos, de ler 250 livros até completar 30 anos (em agosto de 2016), resolvi estabelecer um objetivo semelhante: Chegar aos 35 anos (em maio de 2016), tendo lido pelo menos 100 livros. Como antes do Livroterapia nunca tinha registrado os livros lidos, começarei hoje, com este post, um exercício de memória, tentando recapitular pelo menos 10 obras lidas durante a infância.

1- A Princesa e a Ervilha

princesa e a ervilha

Esse com certeza foi o primeiro livro lido diversas vezes (e outras tantas “escutando” minha mãe ler para mim). Apresenta a história de uma princesa, que para provar sua origem e casar-se com o príncipe, precisa passar por uma prova estranha, inventada pela mãe do príncipe.

2- Pollyanna – Eleonor H. Porter
3- Pollyana Moça – Eleonor H. Porter

Pollyanna_livro7

Esses dois livros inesquecíveis, que apresentam a menina e depois a moça, Pollyanna, criadora do jogo do contente, uma forma de ver a vida de um jeito positivo, sempre valorizando o que se tem e não o que se almeja. Lição de vida para muitos adultos e leitura obrigatória para todas as meninas, entre os 07 e 18 anos (ou para quem mais se sentir tocado pela sensibilidade da menina-mulher mais incrível que eu conheci na infância).

04- A Droga da Obediência. Esse era um dos livros de aventura que líamos para o colégio. Não lembro direito da história, mas lembro que gostei. Envolve turma de amigos e missões secretas que empolgam a criançada por volta dos 10, 11 anos.

05- Sete faces do Primeiro Beijo – Era parte de uma coleção de livros que reuniam crônicas de diversas situações vivenciadas pela primeira vez. Lembro desse do primeiro beijo, porque na época estava ansiosa para vivenciar esse momento, e achei interessantíssimo. Uma boa iniciação para os romances água com açúcar que se seguiriam.

06- O Rapto do Garoto de Ouro: Um dos tantos da Coleção Vagalume, leitura obrigatória do colégio, que consagrou o autor Marcos Rey como escritor infanto-juvenil.

07- A Bolsa Amarela – Lygia Bojunga Nunes: Outro da série “não lembro a história, mas lembro que gostei”, cuja capa tenho até hoje na minha memória: uma bolsa amarela, com alça grande e um galo espiando para fora! 🙂

Sugestões de presentes para crianças

Sugestões de presentes para crianças

08- O Pequeno Príncipe – Saint Exupery: Grande clássico da literatura infantil. Li a primeira vez na infância, mas fiz outras leituras ao longo da vida, inclusive agora estou relendo, para preparar uma versão adaptada para dar de presente ao meu filho em seu primeiro aniversário (Agosto de 2016).

09- A História de Dois Amores – Carlos Drummont de Andrade: Meu primeiro contato com um grande autor! Conta as aventuras de um elefante e um “pulgo” que habita sua orelha. História de amizade e amor. Ainda pretendo comprar esse livro novamente, para dar ao meu filho.

10- O Menino Maluquinho – Ziraldo: Também me lembro de ter lido diversas vezes. Achava engraçadas as peripécias do menino que vestia uma panela como boné.

Com certeza há outros livros, porque vivia na biblioteca do Colégio e ia direto para o lugar dos meus prediletos. Porém, esses foram os que consegui puxar pela memória, neste doce exercício de lembrar os 100 livros da minha vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s